CAT-M1 e NB-IoT: Como as novas redes 4G LTE beneficiam a IoT

3 minute read

Mais de sete bilhões de dispositivos estão conectados no mundo e, segundo estimativas, em 2025 ultrapassaremos a marca de 74 bilhões. Em 2018, o mercado da Internet das Coisas (IoT) movimentou US$168 bilhões e até 2022, a projeção é movimentar US$11 trilhões. Esses valores mostram a importância que a IoT tem em nosso mundo e que essa importância irá aumentar exponencialmente nos próximos anos.

Conhecer as tecnologias da Internet das Coisas será um diferencial para o sucesso dos negócios, afinal, cada tecnologia tem suas especificidades e aplicações. Por isso vamos falar sobre as características do CAT-M1 e NB-IoT.

O CAT-M1 é utilizado, geralmente, em aplicações móveis e o NB-IoT em aplicações fixas, utilizando a mesma rede 3G ou 4G mas com tratamentos diferenciados. Ambas fazem parte da redes LTE (Long Term Evolution) e LPWA (Low Power Wide Area) - esta última possui, dentre suas características, baixa potência, baixo fluxo de dados e pouco consumo de bateria.

No caso da NB-IoT, ou Narrowband - IoT, as transmissões podem ocorrer uma ou duas vezes por dia, como na aplicação em iluminação pública; ou até mesmo uma vez por mês para medições de consumo de água, por exemplo. O consumo de bateria dos dispositivos é baixo, com expectativa de duração de 10 anos. O equipamento acessa a rede, efetua a transmissão de dados e se desconecta.

Já no CAT-M, o dispositivo permanece conectado à rede, como, por exemplo, no caso de rastreamento veicular; também com baixo consumo de bateria por ser LPWA.

O CAT-M e NB-IoT apresentam as seguintes características:

  • Melhor cobertura interna;
  • Baixo consumo de energia;
  • Conexões massivas;
  • + 20dB a mais que o GSM;
  • Bateria de 10 anos;
  • 50k conexões por célula.

Alguns exemplos de aplicações de CAT-M1 e NB-IoT:

  • Smart Cities. Iluminação pública e mobilidade urbana ;
  • Utilities. Medição inteligente, como no caso de água e gás ;
  • Indústria.  Melhora na eficiência empresarial através de rastreamento de logística e ativos e agricultura inteligente.

Mas quando usar o CAT-M1 e o NB-IoT? 

Agora que você já viu um pouco melhor sobre as características do CAT-M1 e do NB-IoT, é importante saber em qual situação optar por um ou outro protocolo.

O CAT-M1 deve ser utilizado quando há a necessidade de uma maior quantidade de dados trocados entre dispositivos e servidores, e em maior velocidade. Por exemplo, um sistema de checagem e coleta de dados em tempo real. Isso porque o CAT-M1 utiliza a rede 4G LTE e possui baixa latência - justamente por utilizar parte do protocolo LTE.

Já o NB-IoT utiliza apenas uma parte dos recursos do LTE, e sua latência é variável - a depender da distância da antena.

Por isso, a aplicação do NB-IoT é mais indicada para sistemas mais simples e que não exijam uma transmissão instantânea, como sensores.

Ambos os protocolos funcionarão sem problemas em regiões com cobertura 4G LTE, e a escolha dependerá da necessidade do negócio. Por isso, se ainda tiver dúvidas, fale com nossos especialistas e veja qual é o mais indicado para sua necessidade.

U3GM Blog Post Comments

Assine aqui!

Stay up to date on all things IoT by signing up for email notifications.